Crônica de um fim anunciado

Não vou esquecer do dia em que percebi estar emocionado ao invés de apaixonado. Influenciado por n fatores e não por um sentimento legítimo de reciprocidade.

Eu esperava o farol abrir para atravessar a rua, quando me dei conta de que não conseguia responder à pergunta: Mas por que eu gosto dele? Minha analista me fez a mesma questão semanas atrás e eu fiquei sem uma resposta; até gaguejei, tentando encontrar motivos. Saí da sessão com isso martelando a minha cabeça, já que eu queria respostas concretas (como uma boa pessoa com o sol vibrando em Terra Cardinal). 

Em casa, enquanto lavava a louça, refleti: Eu estava só emocionado, e não apaixonado. Como eu consegui me fazer acreditar que poderia ser amor? Tentei responder à pergunta da analista, e nada. Aquele momento foi como o girar da chave que liga o motor e desencadeia reações impossíveis de interromper. 

Tudo o que senti e fiz por semanas não fazia mais sentido algum. Eram atitudes conscientes, de fato, mas o que elas queriam dizer? Para onde estavam me levando? Fui para o quarto me sentindo perdido, como se eu estivesse caminhado inconsciente e, desperto do transe, dissesse Como eu vim parar aqui?. Depois de algumas respirações para oxigenar o cérebro, veio uma sensação de alívio que eu não sentia há um bom tempo. Como se o nervosismo se dissipasse no exato momento em que a cortina do teatro é aberta, sabe?

Perguntas como Mas como você sabe que não era paixão? E se você estiver enganado? Era incômodo? Mas já foi prazeroso, né? pululavam na minha mente muito rápido, mas eu não tinha respostas para elas. Não tenho.

Dentre todas as questões que surgiram, uma ecoa até hoje: Se continuássemos juntos, será que a minha admiração por ele desapareceria e nossa relação ruiria? O interesse se perdeu antes mesmo que eu pudesse ter uma resposta. Mas no fundo, sei que foi melhor assim.

Photo by Kazi Mizan on Unsplash

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s