Escrever é fugir

 

Sou jornalista com a cabeça nas nuvens, obviamente apaixonado por leitura e pela escrita. Não é difícil encontrar-me com o olhar vago e a testa franzida pensando em algo ou com os fones de ouvido e um livro na mão. Às vezes a inspiração me pega quando estou pronto para dormir ou andando pela rua ouvindo música. Me faltava para, dela, extrair algo. Faltava!

Este espaço nasceu da necessidade de compartilhar histórias que eram perdidas porque não tinham um espaço para se mostrar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s